Posso manter relações sexuais durante a gravidez?

sexo durante a gravidez

Fazer sexo durante a gravidez é uma prática normal e fundamental para a saúde física e mental, tanto da mulher, quanto do casal, podendo ser realizado sempre que o casal sentir necessidade.

No entanto, também é importante lembrar que algumas grávidas podem mostrar uma diminuição do apetite sexual, não só devido às alterações hormonais, mas também às alterações do próprio corpo, que acabam deixando a mulher mais insegura. 

Diferente do que muitos pensam, as relações sexuais no periodo gestacional  não trazem problema nenhum (desde que não haja contraindicações) como ameaça de parto prematuro ou abortamento. 

A relação sexual pode afetar o bebê?

Fazer sexo durante a gravidez não faz qualquer mal para o bebê, já que ele está protegido pelos músculos do útero e pelo saco amniótico. Além disso, a presença de um tampão mucoso no colo do útero também impede a entrada de qualquer micro-organismo ou objeto no interior do útero.

Normalmente o bebê poderá ficar mais inquieto no útero após a relação, mas isso acontece por causa do aumento da frequência cardíaca da mãe e da contração dos músculos uterinos apenas acontece devido ao aumento da frequência cardíaca da mãe e ligeira contração dos músculos do útero.

Quanto tempo após o parto posso voltar a fazer sexo?

A recomendação padrão para voltar às atividades sexuais, em geral, é de pelo menos 40 dias. Durante esse período não é recomendado ter relações sexuais, pois a região íntima precisa se recuperar e cicatrizar, especialmente após um parto normal.

É um tempo considerado seguro para o organismo se recuperar para suportar esforços físicos, evitar infecções e a mulher se sentir mais segura e bem-disposta. 

Passado o período de recuperação, com autorização do médico, é indicado retomar o contato íntimo normalmente. Algumas mulheres podem não se sentir tão confortáveis para fazer sexo nesse período, por ser um momento estressante e de muita insegurança com o corpo.

Além disso, o recém-nascido exige muito tempo e atenção, o que deixa os pais exaustos, podendo contribuir para uma diminuição do desejo sexual nos primeiros momentos.

Outro ponto a ser falado é que, após o parto, os músculos vaginais da mulher podem ficar mais fracos, por isso é fundamental fortalecer a musculatura pélvica durante as aulas de Pilates.

Portanto, fazer sexo durante a gravidez, além de ser ótimo para a autoestima, controla a ansiedade, melhora o humor, aumenta a produção de anticorpos, libera endorfina e fortalece não só a imunidade, como a musculatura pélvica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *